Publicidade

Conecta Verde

Embalixo aposta em produto sem polietileno ou polipropileno e compostável para minimizar impactos ambientais causados pelo descarte de lixo

Compartilhar

Confira entrevista que destaca detalhes do mais recente lançamento da marca


Por Elen Nunes / Editado por Flavius Deliberalli

Uma análise realizada pelo Hub Incríveis na cidade de Telêmaco Borba (PR), aponta que 70% do plástico do tipo PEBD encontrado no aterro da cidade eram sacolas de lixo ou de supermercado usadas para descartar lixo orgânico.

Se em uma pequena cidade este índice impressiona, imagine qual será este número se considerarmos todo o Brasil?

Para que estes índices sejam cada vez menores, há alguns meses atrás a Embalixo lançou o saco para lixo zero plástico.

Na entrevista que você confere a seguir, Rafael Costa, diretor de operações da empresa, explica detalhes deste novo produto e como ele pode ajudar na difícil missão de diminuir o impacto ambiental do lixo que é gerado por nossa sociedade.


Leia agora:


1- A Embalixo anunciou a criação do primeiro saco para lixo zero plástico do Brasil. Conte os detalhes desse lançamento pra gente.
A Embalixo, desde seu início, somente produz produtos seguindo os pilares Inovação, Sustentabilidade e Inclusão. Há alguns anos estamos buscando desenvolver o primeiro saco sem plástico em sua composição, e após grande esforço de todos, conseguimos lançar um produto que não há polietileno ou polipropileno em sua composição.


2- De acordo com a empresa, este lançamento é fabricado a partir de materiais renováveis e é o único do mercado. Quais são esses materiais renováveis?
Sim. Ele é feito de material renovável, produto compostável e biodegradável sem plástico. Dessa forma, em sua composição utilizamos açúcar, amido e PLA.

“Após grande esforço de todos, conseguimos lançar um produto que não há polietileno ou polipropileno em sua composição”




3- Quais foram os maiores desafios desse desenvolvimento?
O maior desafio é justamente após chegar na composição ideal, conseguir produzir o produto em maquinários já existentes com o menor ajuste possível do mesmo.



4- O anúncio dessa novidade afirma que ele é “compostável e biodegradável, e por isso se degrada no meio ambiente e vira adubo, não gerando micro plástico”. Em que condições ambientais ele se degrada e quanto tempo leva? E o que acontece no seu processo de decomposição no meio ambiente?
Ele é compostável e biodegradável em ambientes compostáveis ou em contato com a terra. Além disso, em umidade ele também se decompõe. Como é feito de material renovável, ele é transformado em adubo.


5- O desenvolvimento passou por avaliações laboratoriais externas? Detalhe, por favor.
Por meio dos laudos laboratoriais elaborados pela Mérieux NutriSciences, o Embalixo Zero Plástico é certificado como produto com características biodegradáveis.

“Em sua composição utilizamos açúcar, amido e PLA”

6- Pesquisas apontam que produtos desenvolvidos a partir de novas tecnologias com foco em sustentabilidade custam mais caro para o consumidor. Como tornar possível e acessível no Brasil? Qual a sua opinião diante desse desafio.
Toda nova tecnologia possui um custo maior à anterior. O Embalixo Zero Plástico, a partir do momento que aumentar a produção, tende a ter o preço reduzido. O importante é fazer o produto ficar conhecido aos consumidores. Aumentando a demanda, o preço vai ser reduzido gradativamente.


7- Como vocês almejam ampliar a comercialização desse novo produto, considerando que o saco de lixo é um dos resíduos plásticos mais presentes em aterros, lixões e oceanos?
O que precisamos é conscientizar a população, pois o grande atributo deste produto é a questão de ser compostável e biodegradável e não gerar micro plástico.


8- Além do novo saco de lixo, quais outros produtos são comercializados pela marca? Possuem a mesma proposta?
A Embalixo, a partir deste ano, é Carbono neutro. Todo nosso escritório é gerado por energia solar e a fábrica por energia renovável. A sustentabilidade está entre os pilares da nossa empresa. Dessa forma, todos os nossos produtos possuem esse viés. Hoje, a Embalixo tem produtos feitos de plantas, voltados à economia circular, permitindo com que todos estes produtos sejam recicláveis.

“Toda nova tecnologia possui um custo maior à anterior. O Embalixo Zero Plástico, a partir do momento que aumentar a produção, tende a ter o preço reduzido”

9- Deixe sua opinião sobre a transformação da indústria em prol de reduzir o impacto de seus processos, produtos e serviços.
Nossa empresa busca, desde o início de sua existência, produzir somente produtos de baixo impacto ambiental e sempre buscando a maior praticidade ao consumidor final. Nós acreditamos que só faz sentido lançar produtos que sejam viáveis economicamente ao cliente, mas que também não tragam prejuízos ambientais. Por isso, apenas produzimos produtos que possam ser reciclados. A Embalixo foca muito na conscientização da população referente ao descarte correto do lixo gerado no dia a dia, a reciclagem e em alternativas sustentáveis que possam agregar ao meio ambiente e ao consumidor.

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados