Publicidade

Conecta Verde

Nespresso anuncia projeto de cápsulas compostáveis

Compartilhar

À base de papel, cápsula será implementada como piloto na França e na Suíça no primeiro semestre de 2023

Editado por Flavius Deliberalli

Após três anos de pesquisa e desenvolvimento, a Nespresso anuncia uma nova gama de cápsulas compostáveis à base de papel. De acordo com a marca, a nova linha será testada inicialmente na França e na Suíça no sistema Nespresso Original e deverá ser lançado em vários outros países europeus dentro de um ano.

Ainda segundo a marca, a demanda dos consumidores por embalagens compostáveis está aumentando, e cerca de 45% dos franceses agora fazem compostagem doméstica de um ou mais tipos de resíduos biodegradáveis.

“Expandir os limites das experiências refinadas de café faz parte da inovação da Nespresso e, desde que nos tornamos uma Empresa B Certificada, no início deste ano, estamos mais comprometidos do que nunca em ampliar as escolhas sustentáveis que oferecemos aos nossos consumidores. Temos o prazer de anunciar nossa primeira cápsula compostável à base de papel, que complementará nossa oferta de cápsulas de alumínio recicláveis e feitas com 80% de alumínio reciclado. Trata-se de mais uma escolha sustentável, sem comprometer a qualidade”, diz Guillaume Le Cunff, CEO da Nespresso.

A marca informou também que vários aspectos da cápsula apresentam tecnologia proprietária, incluindo o revestimento de biopolímero dentro da cápsula que protege o café contra a oxidação.

“Nossos 40 anos de experiência em sistemas de café nos permitiram, juntamente com o Nestlé Institute of Packaging Sciences, desenvolver uma cápsula à base de papel compostável, compatível com as máquinas da Linha Original da Nespresso, que atende e supera as altas expectativas que os consumidores da Nespresso têm em termos de preservação dos aromas e sabor do café. Combinamos um processo de alta precisão no desenvolvimento de cápsulas feitas com polpa de papel com uma camada biodegradável que protege contra oxidação para preservar nosso café no transporte, armazenamento e durante a extração de alta pressão em nossas máquinas”, explica Julia Lauricella, diretora do Nestlé System Technology Center.

Por fim, a Nespresso informou que o produto é certificado para compostagem, tanto doméstica quanto industrial, pela TÜV Austria, organismo certificador internacional, e que a Huhtamaki, fornecedora global de soluções de embalagens sustentáveis, foi uma das parceiras no desenvolvimento desta nova cápsula à base de papel.


Mais informações:

Nespresso
www.nespresso.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados