Publicidade

Conecta Verde

Semana ABIHPEC de Mercado discutiu a evolução da sustentabilidade na cadeia produtiva de HPPC

Compartilhar

Temática foi destaque no penúltimo dia do evento, que foi realizado de 12 a 16 de setembro

Editado por Flavius Deliberalli

A programação da Semana ABIHPEC de Mercado 2022: “A Indústria de HPPC: A transformação e a realidade sem filtros”, realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), de 12 a 16 de setembro, destacou a evolução da sustentabilidade na cadeia produtiva de HPPC em seu penúltimo dia.

A escolha do tema, segundo a entidade, se deu pela preocupação cada vez mais frequente do consumidor com o meio ambiente, que tem levado as indústrias a debaterem alternativas que visem acelerar ações em prol da sustentabilidade.

Dessa forma, especialistas apresentaram diferentes aspectos dessas demandas e o trabalho do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos em busca do entendimento e aplicação de conceitos e tecnologias para alcançar este objetivo.

Na primeira palestra do dia, Gaia Prado, da consultoria Peclers Paris, falou sobre Neo-ecologia, tema fundamental para desmistificar a oposição entre o que é natural e sintético, mostrando que a tecnologia pode ser eficaz, sustentável e ética ao mesmo tempo.

Fernanda Pigatto, da Beautystreams, apontou movimentos que vão guiar a atuação do setor de HPPC e o consumo nos próximos anos, dentre elas, ações voltadas ao meio ambiente que têm assumido uma nova importância global. Neste cenário, ganham espaço alternativas que visam reduzir o impacto ambiental, como é o caso dos produtos sólidos, a exemplo de xampus, séruns, perfumes e blushes, que possuem maior duração, com drástica redução de água em suas composições e com embalagens usando materiais biodegradáveis.

No painel que encerrou as atividades do dia, mediado pela diretora de Inteligência de Mercado, Elaine Gerchon, estiveram presentes Patrícia Moreira, diretora de marketing da Chemyunion, e Viviane Gandelman, vice-presidente da Dinaco. O bate papo teve como tema “Biotecnologia: Integrando as ciências naturais e bases da engenharia”.

As executivas abriram o painel explicando o que é a biotecnologia e sua importância para a indústria de HPPC. Um dos exemplos é a utilização de enzimas e microrganismos para produção de insumos que atendem à um enorme leque de finalidades para o setor. Posteriormente, falaram sobre a atenção crescente à aplicação da biotecnologia, que pode ser explicada pela alta viabilidade industrial e financeira que esse modelo de produção pode proporcionar, e sobre o potencial sustentável da biotecnologia, uma vez que os métodos utilizados são menos extrativistas e com potencial de redução de impactos ambientais, podendo remediar a emissão de poluentes e promoção da circularidade de diversas formas.


Mais informações:

ABIHPEC
www.abihpec.org.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados