Publicidade

Conecta Verde

Lord: atuação com foco na circularidade da cadeia do plástico

Compartilhar

Entre outros aspectos, empresa reforça os benefícios da atuação com foco em sustentabilidade

Por Elen Nunes / Editado por Flavius Deliberalli

A Lord é uma empresa especializada no desenvolvimento e na produção de filmes e embalagens plásticas flexíveis e atende ao mercado nacional e internacional há mais de 50 anos.

Nesta entrevista exclusiva, Patricia Azevedo da Cruz, supervisora de ESG da empresa, explica a atuação pautada no desenvolvimento sustentável e focada em “customer delivery” para atender clientes de segmentos como agrícola, alimentício, bebidas, conversão, higiênicos e descartáveis, industrial e varejo entre outros.

Leia agora:

1- Quando e como iniciou o processo da empresa produzir com foco em circularidade? Foi demanda dos clientes, por força de lei ou iniciativa espontânea? Como foi ou ainda está sendo essa transição de desenvolvimento linear para circular?
Desde sua fundação, na década de 1970, a Lord já demonstrava o cuidado com o meio ambiente através do uso de resinas recicladas como matéria-prima na fabricação de sacolas. Desde então, as linhas de filmes sustentáveis foram sendo criadas no portfólio de produtos da empresa. Nos últimos anos, com a criação da área de ESG, a Lord deu início a uma estratégia para reforçar seu posicionamento em sustentabilidade, pois sempre enxergou a indústria como a força propulsora para grandes mudanças. A procura por produtos com menor impacto ambiental cresceu e prontamente nos organizamos e nos especializamos para atender a essa demanda. Acredito que estamos em constante evolução e vamos continuar trabalhando para que nossos filmes cooperem ainda mais para a circularidade de toda a cadeia do plástico.

2- De que forma a empresa precisou se transformar para produzir embalagens circulares? Por favor, cite investimentos relevantes em equipamentos, mão de obra especializada, parceiros, fornecedores.
Nosso portfólio de filmes flexíveis é composto de produtos 100% recicláveis. Esse olhar para a reciclagem sempre fez parte da cultura da empresa. Quando decidimos criar a linha Ecofilm de filmes sustentáveis, foi necessário investir em pesquisa e desenvolvimento, matérias-primas e insumos que estivessem alinhadas ao propósito de entregar ao cliente uma embalagem de altíssimo nível técnico e com maior responsabilidade ambiental.

“Nos últimos anos, com a criação da área de ESG, a Lord deu início a uma estratégia para reforçar seu posicionamento em sustentabilidade, pois sempre enxergou a indústria como a força propulsora para grandes mudanças”

3- Quais são os principais desafios que enfrentam e consideram para tornar as embalagens produzidas por vocês mais circular?
Desde os primórdios da civilização sabemos que o “novo” comumente é intimidador. Quando começamos a apresentar as tecnologias sustentáveis de nossos filmes, houve muitos questionamentos e dúvidas, o que é comum nesse processo. E essa barreira foi superada num esforço em conjunto com as equipes de desenvolvimento, marketing, sustentabilidade e comercial. E a partir do momento em que divulgamos o primeiro case de sucesso, irrompemos em disparada para o mercado exigente e competitivo em que atuamos hoje.

4- Além de reduzir o impacto ambiental, atualmente marcas que atuam com foco em sustentabilidade aumentam também sua competitividade. Quais foram os ganhos que já podem considerar e até mensurar?
Quem investe em sustentabilidade só tende a ganhar. E ainda que em sua grande maioria, sejam frutos intangíveis, podemos destacar algumas premiações ao longo dessa jornada:
– World Marketing and Communication Award – 1º lugar
– World Plastic Business Case Award – 2º lugar
– Meli Awards – premiação do Mercado Livre para fornecedores
– World Plastic Connection Award – 3º lugar

Além disso, muitas portas nos foram abertas perante grandes clientes que buscam fornecedores com soluções sustentáveis para seus negócios.

“Quando decidimos criar a linha Ecofilm de filmes sustentáveis, foi necessário investir em pesquisa e desenvolvimento, matérias-primas e insumos”

5- Cite um case importante de circularidade da Lord.
Um dos cases de grande relevância para a Lord foi o Shrink PCR da linha Amstel do grupo Heineken. O filme termoencolhível, produzido com 30% de resinas pós-consumo recicladas, possibilita uma redução anual de 39 toneladas de emissões de CO₂. Para nós, é uma grande honra e responsabilidade cooperar para que empresas como o Grupo Heineken atinjam suas metas de sustentabilidade. Nos sentimos parte. A conquista é de todos e tanto a sociedade quanto o meio ambiente colhem os frutos dessa parceria.

Patricia Azevedo da Cruz, supervisora de ESG da Lord
Case: Shrink PCR da linha Amstel do grupo Heineken
Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados