Publicidade

Grupo Heineken adota embalagem produzida com Shrink PCR para a marca Amstel em todo o Brasil

Compartilhar

Segundo empresa, novas embalagens possuem 30% de polietileno reciclado pós-consumo e devem reduzir emissão de CO2 em 39 toneladas anualmente

 

Editado por Flavius Deliberalli

O Grupo Heineken, uma das maiores cervejarias do país, deu mais um passo em seu compromisso de alcançar 100% de circularidade do plástico em suas operações. A empresa informa que este avanço tem sido alcançado graças a parcerias com a Dow e a Lord.

Recentemente a cervejaria substituiu as embalagens do tipo Shrink, que revestem as latas da marca Amstel – também conhecidas como embalagens termoencolhíveis – pela tecnologia Shrink PCR, produzidas com 30% de resina de polietileno pós-consumo reciclada. Com o uso de material mais amigável ao meio ambiente, a expectativa da empresa contempla também reduzir um volume anual de 39 toneladas em emissões de CO2.

“A experiência inicial com a marca Devassa nos deu ainda mais estímulo para expandir os esforços para outras marcas do portfólio, como Amstel, com crescimento expressivo e que tem ganhado cada vez mais reconhecimento do consumidor. Estamos seguros de que ao implementar essa solução para a marca Devassa e agora para Amstel, estamos adotando um modelo circular, que além de reduzir a quantidade de plástico no meio ambiente, contribui para uma gestão eficiente de resíduos sólidos em nosso ecossistema”, afirma Ornella Vilardo, diretora de Sustentabilidade do Grupo Heineken.


Mais informações:

Grupo Heineken
www.heinekenbrasil.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados