Publicidade

Conecta Verde

Green Mining, Grupo Boticário e Ibema anunciam ampliação do projeto “Estação Preço de Fábrica”

Compartilhar

Nova unidade foi instalada na sede da Ibema, em Embu das Artes (SP), para compra de papelão, papelcartão e vidro

Editado por Flavius Deliberalli

Quando empresas se unem em prol de ações socioambientais, é certo que os resultados serão positivos e promissores. Exatamente como tem acontecido no projeto “Estação Preço de Fábrica”, que acaba de inaugurar uma nova unidade na cidade de Embu das Artes (SP).

Desenvolvido pela startup Green Mining, pela fabricante de papelcartão Ibema e em parceria com o Grupo Boticário, o projeto consiste na compra e correta destinação de materiais como vidro, papelão, papel branco e papelcartão através das unidades da “Estação Preço de Fábrica”.

Dessa forma, há contribuições para o meio ambiente e para a sociedade com o aumento e/ou incremento de renda para as pessoas que levarem os materiais até a “Estação”.

Esta nova unidade da “Estação”, instalada dentro da fábrica da Ibema (Avenida Elias Yazbek, 907 – Tingidor – Embu das Artes – SP), consiste em um contêiner construído por blocos de plástico reciclado e receberá resíduos em troca de valores equivalentes aos que são pagos pelas usinas de reciclagem, conforme tabela a seguir:

– papel branco/cartolina: R$ 0,70/kg;
– papelão: R$ 0,63/kg;
– vidro transparente: R$ 0,62/kg;
– vidro âmbar: R$ 0,42/kg;
– vidro verde: R$ 0,28/kg

De acordo com as empresas envolvidas, todos os materiais de papelão ou papel branco serão reciclados para a produção de papelcartão Ritagli, produto da Ibema que entrega uma embalagem com conteúdo pós-consumo rastreado por meio da tecnologia blockchain.

Com início no município de Carapicuíba (SP), em novembro de 2021, o projeto já coletou e enviou para reciclagem mais de 200 toneladas de vidro e colaborou com a renda de mais de 900 famílias da região.

“Para nós, ver em expansão o primeiro projeto de reciclagem inclusiva do país, que possibilita uma geração de renda para qualquer pessoa, é uma honra e motivo de grande orgulho. Estamos democratizando o acesso ao valor real do material, principalmente para aqueles que dependem da venda dos recicláveis para o seu sustento”, afirma Rodrigo Oliveira, presidente da Green Mining.

Para o Grupo Boticário, o crescimento desse projeto é mais uma possibilidade de continuar impactando positivamente a vida das pessoas, além de ser um importante passo em direção ao compromisso assumido pela empresa de mapear e solucionar 150% dos resíduos sólidos gerados pela cadeia. “Está na nossa essência buscar soluções que colaborem na construção de um futuro melhor para todo o nosso ecossistema. Ampliar a Estação Preço de Fábrica é uma forma de continuarmos contribuindo para a redução de resíduos sólidos e de desigualdade social, a partir da incrementação da renda de catadores, cooperativas e toda a população da região que levar os materiais para a Estação”, explica Mariana Cavanha, gerente de sustentabilidade do Grupo Boticário.

Para receber pelos resíduos coletados, é necessário baixar o aplicativo gratuito da Green Mining, disponível nas plataformas da App Store e Google Play, preencher um breve cadastro e indicar o material que está sendo entregue em um dos pontos de coleta, onde tudo será pesado e classificado. A partir daí, um recibo é gerado e, quando completar R$ 10, o valor será depositado semanalmente, às sextas-feiras, na conta da pessoa por meio de PIX.

“Essa ação faz parte de um esforço maior da Ibema com relação à reciclagem. Os resíduos são um dos grandes problemas da sociedade global, tanto pelo descarte incorreto quanto pela ausência de uma cadeia estruturada que coloque em prática a economia circular por meio do reuso. Temos nos posicionado como recicladores e investido tempo e recursos em ações estruturantes que promovam o engajamento de diversos agentes de nossa cadeia em um movimento que traga resultados efetivos ambientalmente e socialmente – e isso tem engajado, motivado e materializado para o nosso time o alinhamento com nosso propósito de embalar o futuro!”, destaca Júlio Guimarães, diretor comercial da Ibema.

O projeto conta ainda com a parceria e colaboração da Prefeitura de Embu das Artes, Consórcio intermunicipal do Sudeste de São Paulo (CONISUD) e da Associação Comercial de Embu das Artes.


Mais informações:

Green Mining
www.greenmining.com.br

Ibema
www.ibema.com.br

Grupo Boticário
www.grupoboticario.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados