Publicidade

Conecta Verde

Terphane: sustentabilidade em três pilares

Compartilhar

Leia agora a entrevista com André Gani, diretor comercial & marketing da empresa

Por Elen Nunes / Editado por Flavius Deliberalli

Quer saber mais sobre a atuação da Terphane? Confira uma entrevista exclusiva com André Gani, diretor comercial & marketing da empresa.

1- A Terphane tem se posicionado como empresa que considera sustentabilidade como assunto estratégico e busca apresentar soluções de menor impacto ambiental possível em embalagens flexíveis. Por gentileza, nos conte mais sobre essa transformação.
Primeiro é importante lembrar que os filmes da Terphane possibilitam produzir embalagens mais leves e funcionais, que contribuem para diminuir a pegada de carbono e reduzir o consumo de matérias-primas. Isto, aliado aos benefícios intrínsecos das embalagens flexíveis – como otimização de funcionalidade e melhor uso dos recursos, resulta em aspectos importantes na jornada da sustentabilidade de empresas, produtos e embalagens. Ou seja, por serem mais leves, as embalagens flexíveis têm um impacto ambiental menor e oferecem vantagens significativas para o armazenamento e transporte dos produtos.

Diariamente a Terphane reafirma sua posição de vanguarda na circularidade das embalagens de poliéster (PET), tanto que em 2021 utilizamos mais de 1.000 toneladas de resinas PET PCR (recicladas pós consumo), grau alimentício, na produção de filmes da linha Ecophane®. Por este processo de circularidade foi reciclado o equivalente a 14 milhões de garrafas PET de 1 litro descartadas após o consumo. A linha Ecophane® é a única no mundo aprovada para contato com alimentos pela Anvisa, FDA (Estados Unidos) e European Food Safety Authority (EFSA).

Os números não mentem e mostram claramente que a Terphane está cumprindo seu compromisso com a circularidade das embalagens, assumido desde que lançou a linha de filmes PET sustentáveis Ecophane®, em 2019.

Mas como sempre dizemos, boa parte das soluções sobre a sustentabilidade das embalagens também passa pela integração de todos os elos da cadeia produtiva. Todos precisam pensar juntos em como “sustentabilizar” a embalagem. A abordagem sobre o assunto deve ser ampla e cada grama de material reduzido faz uma grande diferença. Não existe embalagem melhor ou pior, o que existe é a melhor adequação dentro de um mecanismo cada vez mais eficiente e sustentável.

Sustentabilidade é um assunto tão estratégico para a Terphane que desenvolvemos uma Plataforma de Sustentabilidade baseada em três pilares:

a) Operações Terphane: ações voltadas para a diminuição da pegada de carbono e o impacto ambiental das operações;

b) Sociedade e ambiente de negócios: ações de suporte à reciclagem e aumento da reciclabilidade das embalagens flexíveis;

c) Produtos e soluções: lançamento de produtos com menor pegada de carbono e suporte a clientes para o desenvolvimento de embalagens mais sustentáveis.

A base do pilar “produtos mais sustentáveis” é, justamente, a linha de filmes PET sustentáveis Ecophane®.

2- Detalhe a Linha Ecophane e suas características sustentáveis.
A linha Ecophane® nasceu alinhada à uma demanda crescente do mercado global por filmes que garantam a produção de embalagens recicláveis e com conteúdo reciclado. No Brasil, o poliéster é a única resina que, após reciclada, pode ser usada na produção de novas embalagens, inclusive para contato com alimentos.

Estes filmes são o resultado de extensivas pesquisas e muita tecnologia de ponta. Conseguimos criar um filme PET com no mínimo 30% de PCR (PET reciclado pós consumo) em sua composição. Esta expertise tecnológica resultou em mais de dez tipos de filmes da linha Ecophane®, disponíveis para as mais diversas aplicações.

A linha Ecophane® é composta ainda por um filme biodegradável cuja decomposição ocorre em aterros sanitários ou, se coletado, pode ser reciclado pelos processos tradicionais. Isso é possível pois a biodegradação do Ecophane® acontece apenas em ambientes anaeróbicos.

Assim, o desenvolvimento da linha Ecophane® não vai ao encontro apenas das métricas de sustentabilidade estabelecidas pela Terphane, mas atende a uma busca dos brand owners que querem associar suas marcas e produtos a embalagens cada vez mais sustentáveis. A Terphane estabeleceu como prioridades em sua jornada de sustentabilidade, ações ambientalmente, socialmente e economicamente positivas em suas plantas, produtos e na comunidade.

“Boa parte das soluções sobre a sustentabilidade das embalagens também passa pela integração de todos os elos da cadeia produtiva. Todos precisam pensar juntos em como ‘sustentabilizar’ a embalagem”

3- A linha Ecophane é uma linha biodegradável. Explique em quais condições acontece essa degradação do material? Inclusive quando combinada com outros materiais, por favor?
Como disse anteriormente, a linha Ecophane® é composta por dois produtos: um com conteúdo reciclado e outro biodegradável. Lembrando que estes dois filmes da linha Ecophane® podem ser reciclados pós consumo, mantendo o conceito de circularidade.

4- Quando falamos de tecnologia e investimentos, o que foi necessário para desenvolver essa linha de filmes biodegradáveis?
A base do desenvolvimento da linha Ecophane® é, sem dúvida, o expertise do time da Terphane, tanto na área de desenvolvimento de produtos, quanto em pesquisa e desenvolvimento, e operações; tudo combinado à verticalização da empresa. Estamos falando de um desenvolvimento customizado, desde a resina, passando por um processo diferenciado de produção dos filmes base, até chegar em processos off line com coatings e metalizações. Tudo baseado na mais alta tecnologia e controle total dos processos.

“A linha Ecophane® nasceu alinhada à uma demanda crescente do mercado global por filmes que garantam a produção de embalagens recicláveis e com conteúdo reciclado”

5- Os filmes da linha Ecophane podem ser aplicados em quais embalagens? Para quais segmentos?
Os filmes da linha Ecophane®, tanto o com conteúdo reciclado como o biodegradável, podem ser usados na produção de embalagens para os mais diversos segmentos. Tanto é que a linha Ecophane® é um contra tipo dos nossos filmes regulares. Por exemplo: um dos nossos filmes mais vendidos, o Terphane 10.21, tem a suas versões Ecophane® r10.21 (PCR) e b10.21 (biodegradável), mantendo-se todas as características físicas e químicas do material original. Este fato facilita muito a rápida mudança dos clientes que já utilizam os filmes regulares para a linha sustentável Ecophane®. Desenhamos desta forma com esse objetivo de facilitar o processo de substituição. Temos percebido uma tendência mais forte de substituição nos mercados de embalagens para alimentos.

6- A linha Ecophane é mais cara para o cliente? Explique o custo x benefício.
Hoje, tanto a utilização de resina PCR (reciclada pós consumo) quanto a formulação da resina biodegradável são mais custosos para a Terphane comparativamente ao uso da resina virgem regular. Além disso, o uso destes materiais especiais traz desafios adicionais para a operação. O que não significa que este custo adicional inviabilize economicamente a ampla utilização desses produtos no mercado de embalagens flexíveis. Entendemos que os benefícios de sustentabilidade que esses produtos trazem para os brand owners, além da imagem de marca, compensam este custo adicional, que na estrutura completa da embalagem e do produto é marginal.

“Cabe ao poder público criar mecanismos que facilitem a coleta das embalagens pós consumo, especialmente nos domicílios. Além disso, a sociedade e os consumidores devem ser protagonistas desta transformação que só acontecerá com todos entendendo os benefícios da circularidade”

7- Quais as maiores dificuldades que o mercado de embalagens flexíveis encontra para elevar taxas de reciclagem?
Sem dúvidas, o nosso principal gargalo está na coleta e separação dos materiais para reciclagem. Como sempre afirmamos, a indústria está pronta para reciclar praticamente todos os materiais de embalagem, sejam aparas industriais ou embalagens pós consumo. Cabe ao poder público criar mecanismos que facilitem a coleta das embalagens pós consumo, especialmente nos domicílios. Além disso, a sociedade e os consumidores devem ser protagonistas desta transformação que só acontecerá com todos entendendo os benefícios da circularidade.

8- E quais os maiores desafios para a cadeia se tornar mais sustentável?
Quando falamos de sustentabilidade das embalagens é importante que todo o setor se una em prol de um objetivo comum, que é aumentar o índice de reciclagem e circularidade dos materiais. Todas as embalagens, sejam as plásticas, de papel, alumínio, vidro, etc têm sua função e podem ser as melhores escolhas, dependendo da aplicação. O importante é que todo o setor esteja na mesma página e trabalhe em conjunto.

“Quando falamos de sustentabilidade das embalagens é importante que todo o setor se una em prol de um objetivo comum, que é aumentar o índice de reciclagem e circularidade dos materiais”

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados