Publicidade

Conecta Verde

Sistema Campo Limpo inaugura museu sobre logística reversa de embalagens de defensivos no Brasil

Compartilhar

Iniciativa marca a comemoração dos 20 anos do inpEV, gestor do Sistema Campo Limpo, e as 650 mil toneladas de embalagens vazias destinadas

Editado por Flavius Deliberalli

Em dezembro passado, o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), inaugurou o Museu do Sistema Campo Limpo, em Guariba (SP). Segundo o inpEV, trata-se do primeiro museu no Brasil dedicado à história da logística reversa de embalagens de defensivos agrícolas.

A cerimônia, que contou com a presença de Joaquim Leite, ministro do Meio Ambiente, celebrou também o início das operações da nova central de recebimento de embalagens, que funcionará no mesmo local, além da marca histórica de 650 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas destinadas corretamente durante duas décadas, o que equivale a 94% das embalagens primárias comercializadas no Brasil.

Para João Cesar Rando, diretor-presidente do inpEV, o Sistema Campo Limpo, o qual a entidade gerencia, serviu de modelo para a Política Nacional de Resíduos Sólidos, marco regulatório fundamental para o setor. “No país, o programa foi um dos primeiros a colocar em prática o conceito que hoje é conhecido como economia circular. Iniciativas reconhecidas internacionalmente devem ser compartilhadas. Por isso, os visitantes poderão conhecer a história do Sistema, o funcionamento da operação e todo o ciclo da embalagem até a transformação em novos artefatos”, explica.

Com o museu, os visitantes terão a oportunidade de mergulhar no processo da logística reversa, com acesso a toda a história que levou à concretização do Sistema Campo Limpo, começando pela implantação do projeto-piloto em 1994, sob a gestão da Coplana – Cooperativa Agroindustrial.


Mais informações:

inpEV
www.inpev.org.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados