Publicidade

Conecta Verde

iFood passa a usar sacolas desenvolvidas pela Embalixo e ERT em suas entregas

Compartilhar

Segundo empresa de delivery, sacolas produzidas com materiais de menor impacto ambiental fazem parte de seu plano de metas ambientais

Editado por Flavius Deliberalli

Na busca por soluções sustentáveis mais escaláveis para o delivery, o iFood se uniu à Embalixo para a criação de sacolas biodegradáveis e compostáveis para serem utilizadas em suas lojas próprias de mercado. As embalagens, produzidas à base de cana-de-açúcar e amido com matéria-prima da Earth Renewable Technologies (ERT), serão distribuídas, num primeiro momento, somente nos bairros Liberdade e Saúde, em São Paulo (SP). Entretanto, a expectativa é que em breve todas as unidades estejam contando com as novas sacolas em seus serviços de entrega.

De acordo com o
iFood, o projeto faz parte de seu plano de metas ambientais lançadas em 2021, que tem o objetivo de reduzir o uso de plástico nas suas operações até 2025.

A nova sacola criada pela
Embalixo segue a mesma composição do produto Zero Plástico, feita de biopolímeros à base de cana-de-açúcar e amido, sendo biodegradável e compostável. “Este saco que desenvolvemos para o iFood é fabricado a partir de materiais compostáveis, assim como o nosso Zero Plástico, e apresenta maior facilidade para se decompor, levando no máximo 180 dias. E diferente dos sacos que contém plástico. Após esse período de decomposição, vira material orgânico, ou seja, não afeta o solo”, explica Rafael Costa, diretor comercial da Embalixo.

“Sabemos que não será um único material que resolverá a eliminação do plástico nas entregas. Apostamos nas sacolas de papel, que é uma tendência mundial, e também acreditamos que soluções comprovadamente compostáveis, como a da Embalixo, precisam ser impulsionadas. Com isso, esperamos coletar muitos dados e feedbacks dos consumidores e, aos poucos, criar escala produtiva para reduzir o preço da solução”, afirma
Alexandre Lima, gerente de Sustentabilidade do iFood.

A resina biodegradável e compostável é uma tecnologia desenvolvida 
pela ERT. Sua matéria-prima é certificada pela TUV Áustria, maior órgão certificador internacional que segue a normativa europeia EN 13432 de requisitos de compostabilidade, com laudo do laboratório Mérieux NutriSciences. “A sacola feita com material ERT se decompõe de forma completa sem gerar microplásticos, um dos maiores vilões do meio ambiente na atualidade. É a solução ideal para plásticos de uso único que, muitas vezes, são descartados junto de alimentos, reduzindo a destinação de resíduos em aterros”, explica Kim Gurtensten Fabri, CEO da ERT.

Mais informações:

Embalixo
www.embalixo.com.br

ERT
https://ertbio.com/

iFood
www.news.ifood.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados