Publicidade

Conecta Verde

A circularidade das embalagens plásticas foi amplamente discutida em evento do portal Conecta Verde

Compartilhar

Convidados apresentaram dados e diferentes perspectivas a respeito do tema que é visto como complexo e desafiador

Por Flavius Deliberalli

Um dia inteiro dedicado a troca de conhecimento e informações valiosas, com a chancela de especialistas renomados e profissionais de destaque do mercado de embalagens.

Essa foi a proposta da “Masterclass Economia Circular de Embalagens Plásticas”, realizada na última quarta-feira (21 de junho), pelo portal Conecta Verde, no Cazoolo, centro de desenvolvimento de embalagens para Economia Circular da Braskem.

O encontro, que também contou com transmissão ao vivo, reuniu um público bastante qualificado, formado por especialistas de diversas áreas da cadeia produtiva e usuária de embalagens, além de estudantes, pesquisadores, designers, consultores, profissionais de marketing e desenvolvimento.

“Esta foi mais uma realização de sucesso que cumpre o nosso propósito de difundir informação de qualidade sobre sustentabilidade na cadeia produtiva e usuária de embalagens, conectando pessoas que movem o mundo”, conta Elen Nunes, fundadora, editora e RP do Conecta Verde.

Os desafios e caminhos para ampliar a circularidade das embalagens plásticas
Dados consistentes e abrangentes, temas importantes e abordagens profundas para enriquecer o debate sobre um tema complexo e desafiador. A programação do encontro contemplou um conteúdo de alta relevância para inspirar e incentivar a transformação que o setor de embalagens busca trilhar para um futuro circular e com menor impacto ambiental.

“Foi extremamente empolgante testemunhar profissionais de renomadas empresas engajados em ouvir, questionar e discutir sobre o tema crucial da economia circular aplicada às embalagens plásticas”, avalia Carlos Hugo Caramelo, gerente de desenvolvimento da Antilhas.

“Muito importante esta iniciativa reunindo tantos profissionais experts neste assunto, colocando conhecimento em prol da circularidade das embalagens plásticas no Brasil”, declara Eduardo Yugue, diretor de P&D da Zaraplast.

Conteúdo de alto valor para o setor
A abertura oficial do encontro foi realizada por Elen Nunes, a fundadora do portal Conecta Verde. Na oportunidade, ela destacou a atuação e o propósito da iniciativa. Em um segundo momento, Yuri Tomina, líder do Cazoolo, também dedicou uma mensagem aos participantes.

A primeira apresentação da “Masterclass Economia Circular de Embalagens Plásticas” ficou a cargo de Thiago Spedo, diretor da Associação Brasileira de Biopolímeros Compostáveis e Compostagem (ABICOM), e teve como tema os biopolímeros.

A sequência da programação se deu com André Bertolotti, gerente de economia circular da Braskem, que alinhado ao tema “PCR + Resinas Biobased Braskem (I’m green)”, abordou caminhos para avançar na estratégia de conteúdo reciclado, de fonte renovável e na descarbonização do setor.

A apresentação seguinte teve como foco a logística reversa de plásticos de difícil reciclagem, com Luiz Grilo, diretor executivo da Yattó.

A programação também abriu espaço para os participantes conhecerem um pouco mais sobre a percepção dos catadores e catadores, elo mais do que fundamental em todo o processo de circularidade das embalagens, a respeito da temática principal do encontro. Para tanto, uma mensagem em vídeo de Roberto Rocha, presidente da Associação Nacional dos Catadores (ANCAT), foi apresentada.

Já no período da tarde, em continuidade à programação do encontro, aInovação e Sustentabilidade em embalagens plásticas flexíveis” passou a ser o tema em evidência com a apresentação de Eduardo Yugue, diretor de P&D da Zaraplast.

A programação da “Masterclass Economia Circular de Embalagens Plásticas” seguiu com o painel “Bora Circular? Projetos circulares desde a criação”, de modo a intensificar ainda mais as discussões acerca de sua temática principal. Desta forma, Marcos Iorio, mentor e curador de inovação, ESG e economia circular, trouxe à tona, de forma bastante esclarecedora, dados, métricas e uma série de questionamentos e mitos sobre o desenvolvimento de embalagens e a sustentabilidade de materiais.  

O design circular teve espaço reservado no painel através da apresentação de Tarcio Borgo, gestor de inovação e sustentabilidade no Cazoolo.

Encerrando o painel, um tópico que não pode ser esquecido quando pensamos no desenvolvimento de embalagens: a análise do Ciclo de Vida, que foi abordado por Ricardo Sastre, diretor da Mudrá Design.

Já na reta final do encontro, Carlos Hugo Caramelo, gerente de desenvolvimento da Antilhas, falou sobre inovação em embalagens e a superação de desafios por meio do desenvolvimento colaborativo através da apresentação de cases de sucesso, enquanto que Denise Conselheiro, gerente de educação do Instituto Akatu, reforçou a importância da educação ambiental no âmbito do setor, tanto para as marcas e empresas como para os consumidores.

A última atividade da “Masterclass Economia Circular de Embalagens Plásticas”, para o público que participou presencialmente, foi um tour pelas modernas instalações do Cazoolo.

Vale lembrar ainda que esta iniciativa do portal Conecta Verde foi viabilizada graças ao patrocínio master da Zaraplast e Antilhas, além do importante apoio institucional da Associação Brasileira de Empresas de Design (ABEDESIGN), ABFLEXO – FTA Brasil – Associação Brasileira Técnica de Flexografia e Conversão Digital, Associação Brasileira de Biopolímeros Compostáveis e Compostagem (ABICOM), Associação Brasileira da Indústria do Plástico (Abiplast) e Instituto Akatu .

Yuri Tomina, do Cazoolo
Thiago Spedo, da ABICOM
Tarcio Borgo, do Cazoolo
Ricardo Sastre, da Mudrá Design
Marcos Iorio
Luiz Grilo, da Yattó
Eduardo Yugue, da Zaraplast
Denise Conselheiro, do Instituto Akatu
Carlos Hugo Caramelo, da Antilhas
André Bertolotti, da Braskem
Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados