Publicidade

Conecta Verde

Grupo Boticário: sustentabilidade e desenvolvimento social caminhando juntos

Compartilhar

Acompanhe uma entrevista exclusiva com Alexandre Bouza, vice-presidente da empresa

Por Elen Nunes / Editado por Flavius Deliberalli

Em entrevista exclusiva ao portal Conecta Verde, Alexandre Bouza, vice presidente do Grupo Boticário, conta os detalhes de como a empresa aborda as questões relacionadas à Sustentabilidade e explica como funciona o projeto Boti Recicla.

Leia agora:


1- Conte como iniciou o projeto Boti Recicla, como foi criado e como funciona?
O Boticário tem a sustentabilidade no DNA há décadas, desde 1990 com a Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza – uma das principais instituições empresariais do país a atuar na conservação do meio ambiente e é pioneira em criar alternativas para não testar produtos em animais há 20 anos. Em 2006, o Boti Recicla foi criado e, atualmente, é o maior programa de logística reversa em pontos de coleta do país, com 4 mil pontos espalhados em mais de 1.500 municípios brasileiros – muitos deles sem nenhum sistema público de coleta seletiva. A operação de logística reversa convida a população, após o uso do seu produto, a devolver embalagens vazias de qualquer marca de cosméticos e destiná-la para reciclagem, contribuindo com o futuro do planeta. A economia circular expande essa operação, tratando-se desde a fabricação de novos produtos, pensando em ecodesign, evitando a geração de resíduos, como também nas maneiras de entregas de produtos e no recolhimento do material que será incorporado novamente na cadeia de produção de novos produtos, que se transformam em matéria-prima para o mobiliário e decoração das lojas. Além de gerar renda para as famílias que trabalham com recicláveis nas cooperativas parceiras, agora a marca está na trilha do impacto na estrutura do negócio e social, com unidades construtivas que acomodam pontos de venda e espaços escolares.


2- O projeto é pautado em valores como Sustentabilidade, construção responsável e educação. Detalhe esses aspectos.
O Boticário consolida seu posicionamento como marca sustentável em diversas ações de impacto social e ambiental com o objetivo de conscientizar o consumidor e a sociedade sobre a importância da responsabilidade com o meio ambiente. Por isso, desde processos produtivos, produtos e ações sociais e ambientais, trazemos o cuidado para termos um planeta mais limpo no futuro. A marca é a primeira empresa de cosméticos brasileira a receber o selo Ecocert, que significa ter algo rastreado nos produtos que garante como natural e orgânico. Outras iniciativas são: primeira empresa do mundo a reciclar o Surlyn (matéria-prima presente em boa parte dos frascos de produtos) e linha Intense com cartucho 100% e primeira caixa de presentes feita com papel 100% reciclável, para o Dia dos Pais de 2020. E além de ter transformado resíduos coletados por meio do Boti Recicla, o grupo também inaugurou pop-ups sustentáveis concebidas a partir de uma provocação da marca por novos modelos de estabelecimentos.
Os objetivos de desenvolvimento sustentável do Grupo são o pilar de ação do negócio. A sustentabilidade está no eixo central da operação e possui uma área dedicada a essa questão, que impacta diretamente todas as demais camadas da empresa, embutindo o compromisso da sustentabilidade em cada processo.

“o Boti Recicla foi criado e, atualmente, é o maior programa de logística reversa em pontos de coleta do país, com 4 mil pontos espalhados em mais de 1.500 municípios brasileiros – muitos deles sem nenhum sistema público de coleta seletiva”

3- Vimos que foi realizada a construção de escola/espaço educativo. Explique, por favor.
Como parte da nossa campanha de 2021, O Boticário está transformando os resíduos coletados no Boti Recicla em espaços sustentáveis em escolas públicas em todo o Brasil graças à campanha que convocou a sociedade ao descarte correto de embalagens cosméticas de qualquer marca no Boti Recicla. Os espaços são para uso multidisciplinar e contarão com jogos e metodologias educacionais de sustentabilidade e conexão com a natureza, como a “Coleção Meu Ambiente”, da Fundação Grupo Boticário, e a série “Educação para o Desenvolvimento Sustentável – EDS”, da Unesco. As entregas já estão acontecendo em alguns Estados do país e continuarão no próximo ano.


4- Quantas escolas já foram construídas? Para quem? Em quais lugares? Para quantas pessoas?
A iniciativa atende escolas em cidades de todas as regiões do país, beneficiando mais de 5 mil crianças. Em 2021, entregamos seis espaços escolares em Palhoça (SC), Cuiabá (MT), Vespasiano (MG), Camaçari (BA), São Luis (MA) e Aracaju (SE).


5- Detalhe a construção, especialmente no que diz respeito à utilização de embalagens.
Construímos a estrutura com blocos sustentáveis produzidos a partir de plástico reciclado que foram utilizados para as paredes das estruturas. No interior, o espaço conta com puff e mesas feitas de embalagens de Match e piso produzido com plastificante biodegradável à base de óleo de soja e com mais de 95% de matérias-primas naturais.


6- Quantas embalagens foram necessárias para esse projeto?
Ao todo, foram reaproveitadas 2.2 toneladas de plástico reciclado pelo Boti Recicla.

 

 

 


“A iniciativa atende escolas em cidades de todas as regiões do país, beneficiando mais de 5 mil crianças. Em 2021, entregamos seis espaços escolares”

7- Quais tipos de embalagens utilizaram na construção?
Utilizamos os mais diversos tipos de embalagens na construção, com destaque as embalagens de plásticos como é o caso de Match.


8- Como arrecadaram essas embalagens?
A operação de logística reversa convida o consumidor, após o uso do seu produto, a devolver a embalagem de qualquer marca e destiná-la para reciclagem. Todas as embalagens retornadas no Boti Recicla foram transformadas e destinadas para a construção dos espaços educacionais em escolas públicas pelo país. As embalagens são enviadas para triagem, onde trabalham aproximadamente 20 cooperativas diferentes de todas as regiões do Brasil. A partir deste processo, são construídos os blocos que fazem parte da estrutura e paredes utilizadas para os espaços.


9- Como descobriram que as embalagens poderiam ser fundamentais na estrutura?
O projeto segue a mesma tecnologia utilizada nas lojas sustentáveis – no final de 2020, a marca inaugurou sua primeira pop-up sustentável, no Parque Ibirapuera. A ideia foi concebida a partir de uma provocação da marca por novos modelos de estabelecimentos. Em um primeiro momento, foi avaliada a possibilidade de utilizar containers marítimos em estacionamentos até, finalmente conceber uma alternativa mais sustentável e 100% alinhada com o posicionamento da empresa.
O projeto exigiu desenvolvimento de tecnologias para reuso de resíduos plásticos gerados pela indústria para a geração de matéria-prima segura e adequada às aplicações construtivas. O modelo foi avaliado pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR), seguindo todo o protocolo de segurança que uma loja deve ter.


10- Quais as expectativas de avanço para novas construções? Há projetos em andamento?
As entregas dos espaços já estão acontecendo em alguns estados do país e devem seguir até 2022. Para o próximo ano, vamos produzir os letreiros das fachadas das lojas com embalagens de batons recicladas. Além do Boti Recicla, temos diversas frentes para sustentabilidade, como a fundação Grupo Boticário que é focada na preservação do meio ambiente, somos cruelty free há mais de 20 anos, temos mais de 500 produtos veganos no nosso portfólio, plástico verde nas embalagens de Cuide-se Bem, eco álcool nas perfumarias e ainda várias iniciativas que estão no forno para os próximos anos.


11- Há parceria com empresas de coleta/reciclagem que atuam com vocês nesse projeto?
O Boti Recicla envolve toda a cadeia de franqueados e colaboradores, reduz o impacto ambiental com a destinação adequada do resíduo, gera renda para as famílias que trabalham com recicláveis nas cooperativas parceiras, e agora está na trilha do impacto na estrutura do negócio e social, com unidades construtivas que acomodam pontos de venda e equipamentos escolares. Considerando nossa rede de franqueados e colaboradores, são cerca de 28 mil pessoas envolvidas no programa, além das 20 cooperativas homologadas e transportadoras parceiras.



“Além do Boti Recicla, temos diversas frentes para sustentabilidade, como a fundação Grupo Boticário que é focada na preservação do meio ambiente, somos cruelty free há mais de 20 anos, temos mais de 500 produtos veganos no nosso portfólio, plástico verde nas embalagens de Cuide-se Bem, eco álcool nas perfumarias e ainda várias iniciativas que estão no forno para os próximos anos”

12- O que vocês acreditam que a indústria de embalagens poderia fazer para estimular tais iniciativas e fomentar a multiplicação delas?
Acreditamos que o Boti Recicla é uma das iniciativas do Grupo Boticário que serve de exemplo para estimular a indústria e mostrar que é possível transformar resíduos, ajudando não somente o planeta, mas também a sociedade. Queremos mostrar que a logística reversa é uma possibilidade tangível e potente. Assim como a marca, acreditamos que a indústria de embalagens pode estimular por meio de exemplos que fazem a diferença.

 

 

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados