Publicidade

Conecta Verde

Com inscrições até 9 de abril, Ateliê Criativo capacita jovens em oficina de design e economia criativa com reciclagem de plástico

Compartilhar

Projeto patrocinado pela Braskem e idealizado pela Quest/Zeppelin atenderá a comunidade da zona leste de São Paulo e Grande ABC

Editado por Flavius Deliberalli

A Braskem, em parceria com a Quest/Zeppelin, abre inscrições até o dia 9 de abril para o Ateliê Criativo, que ensinará jovens a gerar renda por meio da reciclagem do plástico.

De acordo com a Braskem, o curso livre e gratuito será oferecido nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Bahia e Rio Grande do Sul, onde a companhia está presente. Em São Paulo serão selecionados 60 participantes com idade a partir de 16 anos, de baixa renda, preferencialmente residentes na zona leste de São Paulo e Grande ABC no entorno da unidade industrial da petroquímica.

O projeto Ateliê Criativo utiliza como base a iniciativa “Precious Plastic”, do engenheiro e designer holandês Dave Hakkens, que combinou o uso de máquinas e técnicas para reciclagem do plástico.

“A chegada do Ateliê Criativo reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável local. E é nesse cenário que o projeto poderá capacitar jovens sobre a melhor forma de reciclar e inovar viabilizando a economia circular, evitando que os materiais sejam destinados a aterros sanitários ou, ainda, descartados de forma inadequada no meio ambiente”, afirma Sylvia Tabarin, gerente de Relações Institucionais da Braskem no Sudeste.

A Braskem informou também que o curso conta com carga horária de 192 h, duração de oito meses, em aulas realizadas duas vezes por semana. Os participantes terão acesso a um laboratório com mobiliário completo em sala totalmente adaptada e equipada com ferramentas elétricas e manuais, computadores, além de máquinas para reciclagem do plástico e a transformação dos insumos em utensílios, ou obras de arte, como trituradora, injetora, impressora 3D, máquina de compressão e fresadora. Após o período das oficinas, os alunos apresentarão individualmente um trabalho de conclusão que avaliará seu aprendizado.

“Acreditamos que a iniciativa possa contribuir para as comunidades locais, gerando oportunidades reais de renda, além do desenvolvimento de novas habilidades no setor da economia criativa. Ademais, a iniciativa desenvolverá a partir de um passivo ambiental objetos de alto valor agregado contribuindo positivamente para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, afirma Thiago Catelani, coordenador de projetos da Quest/Zeppelin.

As inscrições podem ser realizadas aqui.


Mais informações:

Braskem
www.braskem.com

 

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados