Publicidade

Conecta Verde

Cazoolo: uma boa ideia para novas ideias mais sustentáveis

Compartilhar

Conheça detalhes sobre o Centro de Desenvolvimento de Embalagens para Economia Circular da Braskem, que já contabiliza premiações em menos de um ano de atividade

Por Elen Nunes / Editado por Flavius Deliberalli

Localizado na zona Oeste de São Paulo (SP), o Cazoolo, Centro de Desenvolvimento de Embalagens para Economia Circular da Braskem, é resultado de um investimento de R$ 20 milhões e foi criado com o objetivo de promover inovação e melhorias em toda a cadeia de embalagens.

Nesta entrevista exclusiva, Yuri Tomina, líder do Cazoolo, explica detalhadamente como o lab funciona e como vem sendo sua atuação, que já conquistou prêmios em menos de um ano de atividade.

Leia agora:

1- O Cazoolo, uma iniciativa da Braskem, é um dos primeiros centros de desenvolvimento de embalagens para economia circular do Brasil. Conta como surgiu essa ideia? Como funciona? E qual o objetivo?
O Cazoolo é o primeiro hub de inovação gratuito com foco no desenvolvimento de embalagens plásticas circulares do Brasil. A Braskem quis reunir todos os elos da cadeia produtiva a fim de reduzir impactos ambientais, potencializar inovações com tecnologia e criar soluções sustentáveis a partir do plástico. O Cazoolo é a materialização do quanto podemos contribuir com o desenvolvimento de soluções sustentáveis para embalagens, reforçando o compromisso da Braskem em prol da sustentabilidade do setor. Nossos programas e entrega de soluções de embalagens são gratuitos, para agendar uma visita ou participar de um dos programas, a marca, agência e/ou designer, startup ou cliente transformador deve entrar em contato conosco via site.

2- E como é a infraestrutura do lab e a equipe? Conte detalhadamente.
O Cazoolo é um ambiente dinâmico e colaborativo para rodar sprints, dinâmicas de design e co-criação, palestras e reuniões. O espaço de 450m² foi planejado para estimular a interatividade com salas modulares, prateleiras que simulam gôndolas de supermercado e miniauditório para apresentações de projetos. Além disso, temos um completo laboratório de prototipagem rápida com impressoras 3D, plotter de impressão UV, máquinas de corte a laser e outras tecnologias. Assim, podemos idear, prototipar e testar diversas soluções circulares em plástico para embalagens.

 

“O Cazoolo é a materialização do quanto podemos contribuir com o desenvolvimento de soluções sustentáveis para embalagens, reforçando o compromisso da Braskem em prol da sustentabilidade do setor”

 

 

 

3- Quem pode procurar o Cazoolo? Qual é o público?
Toda a cadeia produtiva de embalagens plásticas: marcas, transformadores de embalagens, designers, startups e estudantes de design, assim também como universidades e startups que trabalham com tecnologia, descarte e logística para embalagem.


4- Os projetos desenvolvidos no lab são 100% voltados para sustentabilidade e para as melhores soluções circulares em embalagens plásticas. Explique um pouco sobre a metodologia de DfE (Design for Environment) que utilizam em qualquer novo produto desenvolvido por aí e sobre a importância da Análise de Ciclo de Vida.
O conceito de design for environment (DfE) visa melhorar o impacto ambiental das embalagens, criando uma nova maneira de pensar esses projetos desde a escolha do formato e a composição do material até a definição de rotas de circularidade, engajamento do consumidor e solução de fim de vida do produto. O objetivo é fazer com que essas embalagens acompanhem o modelo circular de economia e contribuam para impulsionar soluções de reuso, refil e do processo de reciclagem, reduzindo o impacto ambiental e gerando valor para a cadeia como um todo.


5- Quais são as frentes atuais de desenvolvimento de novas embalagens dentro do Cazoolo? Parceria? Suporte para desenvolvimentos independentes? Como é isso?
Nosso foco de atuação aqui no Cazoolo está em acelerar o desenvolvimento de embalagens plásticas para a economia circular, em especial a economia circular de baixo carbono. Com isso, nossos projetos e parcerias estão orientados a projetos de Design para Reciclagem, Design para Reuso, Otimização de Sistemas de Embalagens, Embalagens como Serviço, etc. Sempre levando em consideração o engajamento e o comportamento do consumidor para uma jornada de consumo mais circular.

 

“O objetivo é fazer com que essas embalagens acompanhem o modelo circular de economia e contribuam para impulsionar soluções de reuso, refil e do processo de reciclagem, reduzindo o impacto ambiental e gerando valor para a cadeia como um todo”

6- Em menos de um ano, embalagens desenvolvidas no Cazoolo já receberam prêmios nacionais importantes e também reconhecimento internacional. Quais foram as premiações e cases que se destacaram nesse período de funcionamento?
Já em 2022 recebemos alguns prêmios como Design for a Better World 2022, na categoria Design, e o reconhecimento como iniciativa do ano na categoria ESG do Brasil Design Award 2022, da ABEDESIGN. Em 2023, ganhamos o WorldStar Packaging Awards 2023 e o Prêmio Embanews, dois prêmios importantes, pelo desenvolvimento do Stand Up Pouch monomaterial, fruto da parceria entre Cazoolo e Antilhas e lançado no mercado pela Mãe Terra, marca da Unilever, com o Arroz Ritto. A premiação está na segunda edição e tem foco em soluções e desafios em design, inovação e impacto positivo.


7- O que você considera mais positivo até aqui?
O ponto mais positivo até aqui, sem dúvida nenhuma, tem sido a forma como a nossa iniciativa foi recebida pela cadeia de embalagens. Em pouco tempo de atuação, já recebemos mais de 130 empresas diferentes e muitos projetos já estão em andamento. Isso reforçou nossa confiança de que é pela colaboração e co-criação que vamos juntos conseguir evoluir para soluções de embalagens cada vez mais sustentáveis e circulares.


8- E os principais desafios?
O principal desafio é aquele que já esperávamos. São centenas de anos evoluindo e aperfeiçoando um modelo econômico linear. Não é, e não será fácil fazer essa transição. Mas foi justamente por isso que criamos o Cazoolo, para juntar esforços, colaborar, aprender e co-criar com a cadeia. E juntos caminharmos nessa jornada para a sustentabilidade.


“O ponto mais positivo até aqui, sem dúvida nenhuma, tem sido a forma como a nossa iniciativa foi recebida pela cadeia de embalagens”

9- No próximo dia 21 de junho, em parceria com o portal Conecta Verde, primeiro canal de notícias a pautar exclusivamente a sustentabilidade na cadeia de embalagens, o Cazoolo vai receber a Masterclass Economia Circular para Embalagens Plásticas. Qual a expectativa para esse evento?
A expectativa é a melhor possível. O Cazoolo e o portal Conecta Verde compartilham desse propósito de estimular a sustentabilidade na cadeia de embalagens. Receber a Masterclass aqui no Cazoolo e poder interagir e trocar experiência com os participantes será uma oportunidade incrível para seguirmos avançando em prol desse objetivo. Como gostamos de dizer aqui no Cazoolo, precisamos construir essa inteligência coletiva sobre o tema, pois só assim conseguiremos avançar de fato na circularidade das embalagens.

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados