Publicidade

Conecta Verde

ABIPET se manifesta sobre pesquisa publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences

Compartilhar

De acordo com entidade, conteúdo pode induzir a interpretações equivocadas sobre a presença de nanoplásticos em água engarrafada

Por Flavius Deliberalli

A Associação Brasileira da Indústria do PET (ABIPET) divulgou um comunicado a respeito de recente pesquisa publicada na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

De acordo com a entidade, o comunicado tem como objetivo alertar o público em geral sobre distorções que vêm ocorrendo na interpretação da pesquisa, especificamente no que diz respeito à presença de nanoplásticos em água engarrafada, com o objetivo de evitr que os consumidores brasileiros tenham um entendimento equivocado sobre a qualidade desse produto comercializado no país.

A entidade relata também que as reportagens em geral têm mostrado a imagem de uma embalagem plástica de água. Entretando, ocorre que, atualmente, quase 100% dessas embalagens são fabricadas com um tipo de plástico conhecido como PET (Polietileno Tereftalato), e os textos ressaltam que as águas engarrafadas contêm micro e nanoplásticos em quantidades alarmantes, mas em nenhum momento mencionam qual a origem dos desses microplásticos.

Sendo assim, a ABIPET reforça que os micro e nanoplásticos não têm origem nas embalagens plásticas, mas em outras fontes, como as roupas com fibras sintéticas, que, durante o processo de lavagem, acabam por arrastar essas micropartículas pela água, e posteriormente, estas alcançam esgoto, corpos de água, aquíferos e por fim, os oceanos. A entidade também afirma que existem ainda diversas outras fontes de microplásticos que também não são embalagens, conforme mostram diversos estudos realizados em todo mundo.

Gráfico baseado em dados da International Union for Conservation of Nature que apresenta as diversas origens dos microplásticos.

Por fim, a ABIPET destaca ainda que a União Europeia também vem direcionando esforços para a redução de microplásticos relacionandoos aos têxteis e que o PET é uma das melhores embalagens para a água, refrigerantes, sucos, lácteos, alimentos e inúmeras aplicações, com aprovação por todos os órgãos de saúde e agências sanitárias em todo mundo.

O comunicado na íntegra poder ser conferido abaixo.

Mais informações:

ABIPET
www.abipet.org.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados