Publicidade

Conecta Verde

Empresas de logística reversa se unem para a criação de primeira associação do setor

Compartilhar

Abelore surge para representar um mercado que já reciclou, só em 2022, mais de 250 mil toneladas de resíduos como plástico, papel, eletrônicos, vidro, metal, entre outros

 

 

Editado por Flavius Deliberalli

Para atender à crescente demanda por inciativas públicas e privadas que garantam a destinação correta de resíduos, além da regulação e incentivo a esse mercado, 18 empresas do setor, responsáveis pela coleta, triagem, armazenamento e destinação ao ciclo produtivo de produtos e embalagens pós-consumo, criaram a Associação Brasileira de Logística Reversa (Abelore).

Juntas, essas empresas já reciclaram, somente em 2022, em toneladas: 150.170 de papel, 800 de plástico, 9.319 de vidro, 2.888 de metal, 85.522 de papelão, 450 de embalagens Tetra Pak e 350 de eletrônicos.

Em sua primeira reunião anual, que aconteceu neste mês de outubro, em São Paulo (SP), a Abelore reuniu representantes do poder público, com a participação de Aline Cardoso, secretária municipal de desenvolvimento econômico e trabalho de São Paulo e Mauro Haddad, gerente de saneamento da SP Regula, órgão responsável pela regulação e fiscalização dos serviços delegados do município, bem como Fabrício Soler, que é advogado especialista do setor, além de representantes das empresas Massfix (Juliana Schunck), Grupo Boticário (Mariana Cavanha) e Cargill (Márcio Barela).

“A concretização desta associação é mais um passo no sentido de evoluir no que se refere a logística reversa nesse país e na disseminação de informações concretas para o mercado e governo quanto as melhores práticas, garantindo a evolução dos índices do setor de forma propositiva e transparente”, explica Rodrigo Oliveira, vice-presidente da Abelore.

Ainda no sentido de apoiar o desenvolvimento do setor, a entidade elaborou o “Selo Abelore”, uma certificação que garante o compromisso das empresas com a Logística Reversa. Ao receber esse selo, as empresas se comprometem a adotar práticas sustentáveis, como o reaproveitamento de materiais e a destinação correta de resíduos, contribuindo para a preservação do meio ambiente. “Com essa certificação é possível proporcionar ao consumidor e sociedade em geral a certeza de estar escolhendo empresas comprometidas com o futuro do planeta. Nosso objetivo é aumentar a sensibilização da população e das empresas para o cumprimento dos acordos setoriais para gerar adicionalidade por meio do aumento no volume de materiais recicláveis sendo reaproveitados”, complementa Alexandre Furlan, presidente da Abelore.

Mais informações:

Abelore
www.abelore.ong.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados