Publicidade

Conecta Verde

PepsiCo reduz 2 mil toneladas de plástico em suas garrafas de bebidas

Compartilhar

De acordo com a empresa, suas garrafas PET já utilizam 90% de plástico reciclável

 

Editado por Flavius Deliberalli

A PepsiCo informou que, por meio de projetos de diminuição do peso da garrafa e da tampa de suas embalagens de bebidas, reduziu em 9,8% o uso de plástico comparado ao ano anterior. Em resumo, isso significa uma redução de 2 mil toneladas do material. A empresa também anunciou que chegou a marca de 90% de plástico reciclável na composição de suas garrafas PET de produtos como Pepsi®, H2OH!® e Lipton®.

Outro dado compartilhado pela empresa da conta de que em 2020 a soma do PET reciclado utilizado nas embalagens foi equivalente a mais de 100 milhões de garrafas de 1,5 litro.

“Como uma das principais empresas de alimentos e bebidas do mundo, reconhecemos nossa responsabilidade de impulsionar a economia circular do plástico e o papel significativo que podemos desempenhar trabalhando para mudar a forma como a sociedade produz, utiliza e descarta plásticos. Estamos em uma jornada crescente de desenvolvimento sustentável e temos investido financeiramente e, principalmente, com nossos talentos e experts da sociedade para alcançar nossa visão de plásticos sustentáveis, garantindo que nossas embalagens não se tornem resíduo”, afirma Alexandre Carreteiro, Presidente da PepsiCo Brasil Alimentos.

A respeito de investimentos, a empresa revelou que nos últimos dois anos direcionou mais de U$50 milhões para projetos de reciclagem e educação ambiental em todo o mundo, em ações para a ampliação, melhoria e profissionalização da infraestrutura de reciclagem em projetos proprietários e parcerias.

As bases do compromisso da companhia sobre reciclagem de plástico estão fundamentadas em quatro metas globais principais até 2025:

• tornar 100% das embalagens recicláveis, compostáveis ou biodegradáveis (esse percentual está em 90% atualmente) e atuar pela educação da sociedade para fomentar a reciclagem;

• reduzir 35% a quantidade de plástico virgem em todo o negócio de bebidas, o que equivale à eliminação de 2,5 milhões de toneladas métricas, quantidade essa que equivale a cerca de 17 estádios de futebol do tamanho do Maracanã;

• aumentar para 25% o conteúdo reciclado nas embalagens de plástico e 33% de rPET em embalagens de bebidas;

• realizar investimentos para aumentar as taxas de reciclagem nos principais mercados.

As iniciativas da PepsiCo também se estendem ao portfólio de snacks. Através de uma parceria com a Fábrica de Ideias acontece a transformação de embalagens de BOPP (material que compõe um filme plástico de alta resistência muito usado na fabricação de embalagens flexíveis) em displays que são usados em pontos de venda. Só nos últimos dois anos, cerca de 400 toneladas do material já foram reutilizadas.

A reciclagem pós-industrial complementa o ciclo de iniciativas. De acordo com a empresa, os resíduos industriais das 10 fábricas no Brasil são 100% Aterro Zero. Isso significa que todos os resíduos têm uma destinação correta e são revertidos em outros materiais como utensílios de plástico reciclado, vasos, vassouras e ração animal. Esse processo é auditado pela ERM (Environmental Resources Management) e contempla mais de 100 fornecedores que compram estes resíduos pós-industriais.

Mais informações:
PepsiCo – www.pepsico.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados