Publicidade

Conecta Verde

Faber-Castell Brasil atinge marco em sustentabilidade com mais de 95% das embalagens com origem em materiais de fontes renováveis ou recicláveis

Compartilhar

Além da redução dos plásticos, empresa traça novos indicadores para nortear avanços em sua atuação no Brasil até 2030 com relação a redução da pegada de carbono e redução do consumo de energia

Editado por Flavius Deliberalli

A Faber-Castell, uma das empresas líderes no segmento de papelaria e materiais de escritório, informou que registrou avanços nos principais indicadores ambientais que norteiam suas ações globalmente: água residual (diminuição de 23%), emissão de CO2 (menos 25%), consumo de energia (queda de 7%) e embalagens plásticas (redução de 11%).

Ainda segundo a empresa, no Brasil, mais de 95% de suas embalagens já tem origem em fontes renováveis ou recicláveis.

Além de informações sobre os avanços nas práticas de sustentabilidade, que incluem meio ambiente e sociedade, o mais recente relatório da empresa traz, ainda, novas metas estipuladas para os próximos anos. Até 2030, a empresa se compromete com: o aumento da proporção de plásticos alternativos de produto para 55%; a não utilização de embalagens plásticas de uso único, substituindo-as por papel ou outros materiais ecologicamente mais sustentáveis; a redução da pegada de carbono em 55%, aumentando a eficiência energética, mudando para fontes de energia renovável; a redução do consumo de energia em 55%, priorizando equipamentos mais eficientes energeticamente em todos os locais de produção.

A empresa inclui no relatório também que até 2035 o plano é ser autossuficiente em energia, usando fontes independentes de energia renovável, como por exemplo com a instalação de coletores solares, bombas de calor ou turbinas de água.

As fábricas no Brasil, Peru e Áustria já obtêm 100% de sua energia de fontes renováveis, provenientes de recursos naturais que são naturalmente reabastecidos, como o sol, vento, chuva, marés e energia geotérmica. Quem está por trás da operação brasileira priorizando os compromissos globais de sustentabilidade é o CEO, Marcelo Tabacchi, que tem se dedicado a avançar na agenda ESG.

“Estamos determinando objetivos ambiciosos para nós mesmos e queremos tornar nossos desempenhos ainda mais mensuráveis, contribuindo de forma efetiva para o meio ambiente e para a nossa sociedade”, destaca.

O relatório completo da empresa pode ser acessado aqui.


Mais informações:

Faber-Castell
www.faber-castell.com.br

Conteúdo por:

Deixe um comentário

Recomendados para você

Pesquisar

Publicidade

Últimas notícias

Temas mais publicados